Projeto de Lei de senador do PSDB quer privatizar todas as empresas estatais brasileiras

O Brasil possui hoje, só no âmbito federal, 140 empresas estatais que empregam 538.436 trabalhadores e têm seus ativos totais avaliados em R$4,5 trilhões, conforme os últimos dados consolidados pelo Ministério do Planejamento (MP), em dezembro de 2014. Só o patrimônio líquido dessas estatais é de R$ 611,7 milhões. Um patrimônio do povo brasileiro ameaçado pela cobiça do mercado.

Corrupção no Brasil é cultural e está enraizada no cotidiano das pessoas

O Data Popular divulgou esta semana uma pesquisa reveladora sobre o aspecto mais nocivo do “jeitinho brasileiro”. De acordo com o levantamento, sete em cada dez brasileiros afirmaram já ter cometido pelo menos uma atitude que pode ser considerada corrupção.

Briga entre governo e TJ reacende debate sobre o orçamento

Antônio More/Gazeta do Povo
Os poucos metros que separam as sedes do governo do estado e do Tribunal de Justiça (TJ) do Paraná, no Centro Cívico, em Curitiba, nunca estiveram tão tortuosos como neste início de ano.

Estados têm em 2015 maior queda de receita em uma década; PR está entre as exceções

Dados publicados no fim de janeiro pelos governos estaduais mostram que a queda de receita registrada em 2015, em termos reais, foi a maior dos 10 anos anteriores – superior até à ocorrida em 2009, quando o país sofreu os efeitos da crise internacional provocada pelo estouro da bolha imobiliária nos Estados Unidos.

O que pode mudar na licença-paternidade?

Aprovado pelo Senado nesta quarta-feira (3), o Marco Civil da Primeira Infância ainda precisa ser sancionado pela presidência da República. A expectativa é de que não ocorram vetos no projeto. Entre os pontos que merecem destaque está a licença-paternidade poderá ser ampliada de cinco dias, como é hoje, para até 20 dias. O conjunto de leis prevê ainda uma série de ações para proteção da vida das crianças de zero a 6 anos. Conheça esse e outros pontos do Marco Civil:

Por que a Páscoa e o carnaval mudam de data todo ano?

Ao contrário de outros feriados, religiosos ou não, nem sempre a Páscoa cai na mesma data, embora sempre seja comemorada sempre em um domingo. Você sabe por que isso acontece?

Licença-paternidade de 20 dias será facultativa e exclui servidores públicos

A ampliação da licença-paternidade dos atuais cinco para 20 dias, aprovada na quarta-feira (3) no Senado, será facultativa – dependerá da adesão da empresa ao programa Empresa Cidadã – e ainda não engloba os servidores públicos.

Água está imprópria para banho em apenas um ponto do Litoral do Paraná

De acordo com o último boletim de balneabilidade da temporada, divulgado pelo Instituto Ambiental do Paraná (IAP) nesta sexta-feira (5), somente as águas da Ponta da Pita, em Antonina, continuam impróprias para banho. O acompanhamento da qualidade das águas de 47 pontos no Litoral e 16 pontos no interior do estado foram analisadas por oito semanas.

Ministro resiste à reforma da Previdência

É importante que não haja surpresas, diz Rosseto
Enquanto o ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, marcou posição pelo envio o quanto antes de uma proposta de reforma da Previdência ao Congresso Nacional, o ministro da área, Miguel Rossetto, defendeu que não há urgência para mudar as regras a toque de caixa e rejeitou a necessidade de mudanças por conta da recessão econômica.

Centrais rejeitam propostas para reformar Previdência

O movimento trabalhista deve reiterar na próxima reunião do Fórum de Debates sobre Políticas de Emprego, Trabalho e Renda e de Previdência Social, dia 17, sua posição frontalmente contrária à reforma no sistema de proteção social que está sendo discutida dentro do governo.

Senado aprova licença-paternidade para 20 dias; falta Dilma sancionar

O plenário do Senado aprovou nesta quarta-feira (3) um marco regulatório dos direitos da primeira infância, voltado para as crianças até seis anos de idade. O principal avanço do texto, que segue para sanção presidencial, é a ampliação da licença-paternidade dos atuais cinco dias para 20 dias.

Governo decide desligar térmicas e bandeira tarifária de março será amarela

(Foto: Arquivo/EBC)
O governo decidiu ontem (3) desligar as usinas térmicas com custo de geração acima de R$ 420 por megawatt-hora (MWh).

Com aumento de impostos, Governo do Paraná fecha contas no 'azul'

O Paraná fechou 2015 com um superávit primário de R$ 1,9 bilhão, invertendo o déficit de R$ 178 milhões registrado em 2014. O balanço com os resultados do ajuste fiscal foi apresentado nesta terça-feira (2) pelo secretário da Fazenda, Mauro Ricardo Costa.